out 15

Dia do Professor

Olá!

Hoje é 15 de outubro, Dia do Professor. Em conjunto com o estudante, personagem tão essencial à construção do conhecimento necessário para o sucesso das situações de aprendizagem que definem o processo educacional.

Particularmente tenho na minha família diversas pessoas que empreenderam esta nobre missão! Cresci admirando o trabalho das minhas tias Glaci, Iara, Julia Maria…Nina, que me alfabetizou em casa antes de ingressar na Escola. Assim como durante minha formação acadêmica tive grandes professores  (Nóris Eunice, Heloísa Ferreira, Valdir Marques…) e colegas que me inspiraram e inspiram até hoje, com exemplos e ações que junto à Educação que recebi dos meus pais influenciaram diretamente na Educação dos meus filhos. O que fez com que eu e tantos amigos seguissem trajetórias semelhantes ao longo dos mais diversos níveis e modalidades de ensino. Um tempo em que a Educação ainda era levada a sério pela maioria das representações da sociedade no Brasil.

Se por um lado houve valorosos avanços e conquistas (políticas, tecnológicas e até sociais…), por outro percebe-se um grande abismo no processo de passar às gerações futuras o legado recebido. Efetivamente, o que trouxe a raça humana à condição de espécie predominante foi a capacidade de gerar, reter e transmitir esse conhecimento através das eras – hieróglifos, papiros, livros, reuniões em família, palestras, vídeos e tantas outras formas de registrar a informação.

hieroglyphic-egyptian-wall

Os indicadores estão aí para corroborar com a triste realidade atual. Além da perda de valores básicos que sempre alicerçaram a genialidade humana (respeito, honra, vontade, determinação…), tem-se a inegável ausência de credibilidade na Educação como um diferencial de vida. Por mais que o próprio mercado de trabalho continue a definir perfis profissionais que incluam conhecimento, formação acadêmica e experiência como fatores determinantes em um processo seletivo, outras oportunidades de sucesso onde estas características não são necessárias ocupam lugar de destaque na mídia.

“É justamente nesse cenário que um herói teima em brigar com a escuridão da ignorância. Movido por uma paixão e uma fé inabalável da importância do seu trabalho, o Professor prossegue à luz da adversidade que se interpõe no seu Caminho.”

É justamente nesse cenário que um herói teima em brigar com a escuridão da ignorância. Movido por uma paixão e uma fé inabalável da importância do seu trabalho, o Professor prossegue à luz da adversidade que se interpõe no seu Caminho. Outrora, um detentor de algum conhecimento a ser transmitido, a fim de adequar-se aos novos paradigmas transformou-se em mediador, indutor, integrador e facilitador dos saberes  disponíveis na Internet, enciclopédias, bibliotecas e outros repositórios.

Para esse “bom combatente” dedico essa singela homenagem. Ao reverenciar aqueles que com sua doação ajudaram a forjar o que hoje sou, sinto renovado o dever e a esperança em um futuro melhor.

A todos os Professores, parabéns!

E a todos os meus queridos alunos…muito obrigado pela confiança e momentos de puro aprendizado.

Um grande abraço 🙂

out 10

Novos Rumos da Empregabilidade

Olá!

Há algum tempo que o mercado de trabalho enfrenta uma sucessão de mudanças, seja na exigência do perfil dos profissionais que nele atuam, seja nos requisitos nas mais diversas ocupações. Para fazer frente à essa intempérie é necessário estar com todas as competências atualizadas.

Com o intuito de colaborar com essa reflexão, a Faculdade de Tecnologia Alcides Maya promove mais uma edição do “Momento Interativo” através do painel “Novos Rumos da Empregabilidade em Tecnologia da Informação”. Além do debate e apresentações, aborda aspectos como as profissões do futuro, formação acadêmica, conhecimentos e exigências mercadológicas.

Segue abaixo a indicação do evento (clique na imagem para registrar sua inscrição):

Inscreva-se para participar do Momento Interativo!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um grande abraço 🙂

mar 08

Dia Internacional da Mulher!

Dia da Mulher

jan 22

Férias

Olá!

O início do ano sempre é um bom momento para diminuir o ritmo de vida, descansar, estar mais tempo com a família, ir ao cinema, passear, viajar um pouco…enfim, não ter quase nada para fazer para poder ao longo do ano fazer frente aos inúmeros desafios que estão à espera. Em outras palavras, férias!

Mas estar em férias também é um bom momento para colocar a leitura em dia – ainda é uma boa forma de aprender e manter-se atualizado. Pensando nisso, trouxe para compartilhar uma reflexão inserida em uma das coletâneas do livro “O Que Podemos Aprender com os Gansos” (Rangel, Alexandre – Editora Original – 2014), o qual reúne um conjunto de histórias e diversas experiências.

Gansos

O contexto remete a um poderoso monarca que há muitos anos, em busca dos caminhos que pudessem conduzi-lo à sabedoria suprema saiu em viagem para encontrar respostas às três maiores interrogações da sua vida:

_ Qual o momento mais importante da vida de um homem?
_ Qual a pessoa mais importante da vida de um homem?
_ Qual a tarefa mais importante a ser feita?

Após anos de busca, encontrou as tão esperadas respostas a partir de uma conversa:

_ O mais importante é sempre o momento presente… a pessoa mais importante é sempre aquela que está à nossa frente… e a tarefa mais importante é fazer essa pessoa feliz!

Parece tão simples, mas por vezes esta sabedoria escapa da grande maioria das pessoas, seja no dia-a-dia do trabalho (à nossa frente invariavelmente está um colega, um cliente ou ainda um aluno…), seja no aconchego das nossas famílias.

Para isso também servem as férias!

Um abraço 🙂

abr 06

Gigante Para Sempre!

Olá!

Dia 4 de abril é a data de celebração do aniversário do Sport Club Internacional. Não obstante, o time que torço e como bom esportista, tal sentimento nunca me impediu de apreciar as justas e merecidas conquistas dos adversários.

Mas este ano de 2014 trouxe uma uma emoção maior. Muito maior, pois passados 45 anos desde a fundação do Gigante da Beira-Rio nos idos 1969 (nosso estádio…), o mesmo foi reinaugurado com vistas não apenas a atender os requisitos da FIFA para sediar os jogos da próxima Copa do Mundo, mas principalmente para atender aos anseios e necessidades do torcedor e da sociedade.

E o Beira-Rio ressurgiu. Não somente pelo amontoado de concreto, beleza, cores e tecnologias… Ressurgiu com alma! A alma colorada dos verdadeiros “protagonistas”.

Parabéns “Nação Colorada” – nada vai nos separar!

Beira-RioUm grande abraço 🙂

Vídeo – Gigante Para Sempre

Vídeo – Festa de Reinauguração do Beira-Rio

mar 08

Racismo…

Olá!

Esta semana um assunto voltou a ocupar os noticiários e fez ressuscitar uma ferida que teima em não cicatrizar em nosso meio que é a discriminação ofensiva de uma pessoa pela cor da pele.

Sendo eu um homem negro, não tenho o direito de deixar de opinar a respeito. As ofensas dirigidas ao árbitro de futebol Márcio Chagas da Silva, na cidade de Bento Gonçalves/RS – após o jogo, teve seu carro chutado e bananas colocadas sobre o capô e no cano de descarga quando o veículo estava estacionado em lugar privativo do estádio – nos remete a uma reflexão. Ainda no futebol (sou um apaixonado pelo futebol…), mas uma vez o jogador Tinga teve que ouvir ruídos vindos da torcida do Real Garcilaso (Cuzco, Peru), uma clara alusão à comparação de um negro com um macaco. E mais recentemente o Arouca, jogador do Santos F.C.

martinlutherking

Poderia citar tantos outros exemplos, mas acredito que a questão é por demais complexa. Por um lado, há toda uma questão histórica no mundo, onde os negros foram privados de sua liberdade em diversos momentos e escravizados para realizar trabalhos sem qualquer possibilidade de escolha. Momentos estes em que a tirania tinha o consentimento legal e da sociedade da época. Há também que ser levado em conta que do ponto de vista geopolítico, existe apenas 01 (um) único continente onde a maioria da população é originalmente da etnia negra – não me refiro aqui à América Central, onde a grande maioria da população negra é formada por descendentes de escravos caçados e forçados a abandonar seu habitat natural.

MINISTRO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL STF JOAQUIM BARBOSA BACHAREL DIREITO DOUTOR ARTUR MORITZ RODRIGUES CARATER HONRA VALOR HONESTIDADE INTEGRO HONESTO DIGNO MENSAGEM  JULGAMENTO

A História nos ensina que não há liberdade sem que as pessoas possam fazer uma escolha, respeitando os direitos do próximo e os deveres para com o Estado. Ser racista é um direito de escolha. Porém, ofender alguém e discriminar pela cor da sua pela é crime! E este é o tênue fio que separa a liberdade da anarquia.

frase-eu-tenho-um-sonho-o-sonho-de-ver-meus-filhos-julgados-por-sua-personalidade-nao-pela-cor-de-sua-martin-luther-king-jr-108662

O fato é que do ponto de vista físico, emocional e mental (razões naturais…), ninguém é igual a ninguém. Como seres humanos somos todos diferentes – altura, peso, força, inteligência. No entanto, a sociedade ao definir seus estereótipos de sucesso convida a que uma grande maioria que não siga os padrões sejam colocados à margem do processo. E mesmo com todas as diferenças, nasce um forte sentimento de inclusão e de sentimento de igualdade, pois ficar “de fora” não é opção. E para os que escolhem (ou não podem…) seguir estes padrões, resta apenas a exclusão social.

14152594_25oVk

Na vida é possível escolher diversas coisas – amigos, profissão, opção sexual, situação financeira, time para torcer, roupas, etc. Mas não é possível escolher a cor da pele ao nascer. E aceitar-se é o primeiro passo para vencer os desafios que surgem ao longo do Caminho.

obama_vitoria_558_afp

Com tantas impunidades que vemos no dia-a-dia, não será o crime de discriminação racial que, infelizmente, mudará este cenário. Basta ver que muitas declarações nas redes sociais e em programas de reality show não acarretam qualquer tipo de pena e/ou sanção aos seus autores.

15761296_UZ1aZ

Acredito que a Escola tem um papel determinante nesse sentido. Em que pese que muitos problemas desta ordem (ou piores…) frequentam as salas de aula, ainda é um fórum privilegiado para formar opinião, disseminar valores e evitar que a criança de hoje venha a ser o bandido de amanhã. Até porque diante de um bandido, o que menos importa é a cor da sua pele!

fundo-cronologia-nelson-mandela

LINCOLN_JPG

Um grande abraço 🙂

set 21

O Equinócio da Educação

Olá!

Amanhã, dia 22 de setembro, ocorrerá o Equinócio, momento em que o dia e a noite têm a mesma duração. Em outras palavras é o momento em que o Sol durante sua eclíptica cruza a Linha do Equador, em cujas redondezas  sua luminosidade incide com maior intensidade e traz  como consequência uma troca de estação – no hemisfério norte marca o início do Outono enquanto que no hemisfério sul o início da Primavera.

A palavra Equinócio vem do latim aequus (igual) e nox (noite) cujo significado remete à expressão “noites iguais”.  Nesse sentido, o dia e a noite têm duração igual a 12 (doze) horas.

EquinócioFonte: Wikipedia

Tal fenômeno também ocorre ao longo da vida, o qual se manifesta praticamente na metade da nossa existência. Para os que conseguiram expandir o seu grau de consciência, a analogia se impõe como um momento de reflexão,  de transição e de equilíbrio. Perceber a proporção de luz e sombra, de alegrias e tristezas, de altos e baixos e tantos outros opostos que nos definem é um diferencial competitivo a ser destacado no Universo do mundo do trabalho.

Sob este ponto de vista, a Pirâmide de Maslow que sintetiza os sonhos, desejos, necessidades, expectativas e aspirações que qualquer colaborador almeja ao longo da sua carreira, também pode ser analisada.

Pirâmide de MaslowFonte: Gestão Nossa de Cada Dia

O sábio compreende que não pode esperar que a metade da sua vida física ocorra para decidir o que fazer. No entanto é fácil perceber em que etapa as pessoas, de uma forma em geral se encontram, quando tornam públicas e compartilham aspectos que poderiam satisfazê-las! Basta um pouco de atenção às reflexões, contentamentos ou até mesmo reclamações que diariamente podem ser percebidas nos mais diversos canais de relacionamento que a grande maioria das Organizações disponibiliza. São raras as reivindicações por mais conhecimento, treinamento, desenvolvimento… mais sabedoria. O que mais se vê são questionamentos referentes ao deslocamento (vale-transporte…), alimentação (vale-alimentação…), infraestrutura e outras que transbordam e reverberam o imaginário de cada um.

O ideal é que as necessidades básicas pudessem ser suprimidas de imediato, a qualquer tempo e instante. Ou que pelo menos não fossem tão valorizadas. No âmbito da gestão ocupam um longo espaço no cenário da tomada de decisão, visto ser este o perfil da grande maioria dos colaboradores. Elevar e qualificar este perfil é missão de todo o gestor que pretende atingir resultados em nível de excelência. Da mesma forma, também é missão do professor, em sala de aula, perceber que este desafio se impõe para que as situações de aprendizagens produzam a construção de conhecimentos e troca de experiências essenciais para a formação de um ser mais completo.

Que a Primavera que está por chegar sopre novos ventos de inteligência e harmonia para todos, a fim de permitir um olhar por cima do muro que envolve a razão e possibilite, de fato, o crescimento e desenvolvimento individual que cada um precisa para que no contexto da coletividade sua presença tenha a real importância para o alcance de resultados e do sucesso.

Um grande abraço 🙂

 

set 08

Ensino Técnico: O Preço da Gratuidade.

Olá!

Faz algum tempo que não registro aqui algumas impressões do cenário da nossa Educação. De fato, tivemos neste último mês uma grande quantidade de informações nesse contexto – greve de professores, retorno às manifestações nas ruas, médicos vindos de Cuba sendo recepcionados com vaias na chegada ao nosso país por pessoas “educadas” (sic)…

Mas quero compartilhar um aspecto que não é nenhuma novidade o qual diz respeito à necessidade de formação de mão-de-obra qualificada em nível técnico. Até porque a retórica de que existe emprego e o que falta é justamente esta mão-de-obra diferenciada continua a permear a grande maioria dos discursos empresariais.

Em 2011 o Governo Federal criou o PRONATEC – Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, o qual já abriu mais de 4 milhões de vagas em cursos técnicos e de formação inicial e continuada – http://pronatec.mec.gov.br/index.php. No começo apenas o Sistema S e os Institutos Federais ofereceram os respectivos cursos, mas há 01 (um) mês as escolas de ensino privado também passaram a integrar o contexto de possibilidades de oferta à sociedade.

Pronatec

Se por um lado parece uma oportunidade gratuita de ensino e qualificação, não se pode dizer que não há um preço a ser pago. Logo, cabe às instituições e principalmente aos alunos selecionados darem o devido valor ao investimento em questão. Até porque o parâmetro é o preço que seria pago naturalmente se o aluno tivesse que desembolsar os respectivos valores.

Preocupa-me que em meio às manifestações por transporte gratuito, uma minoria encapuzada se propõe a incendiar os ônibus e vagões de trens. Ou ainda, por também desejarem um ensino gratuito, não faltam os que saqueiam Escolas e até as incendeiam. Isso para não falar dos assaltos praticados a alunos em estabelecimentos de ensino e ataques armados a professores em frente aos mesmos estabelecimentos.

Não costumo fazer apologia ao caos, mas estamos longe de como sociedade saber como valorizar uma conquista. No que diz respeito ao PRONATEC, basta que o estudante não deixe de frequentar às aulas, pois se o fizer, terá tirado a vaga de outra pessoa que poderia aproveitar melhor a oportunidade. E tal atitude de abandono não é muito diferente de colocar um capuz para destruir a oportunidade que outro teria para realizar o seu sonho… de ser um técnico profissional e colaborar para o crescimento e desenvolvimento das organizações.

Pensemos nisso!

Um grande abraço 🙂

jul 07

Tecnologia da Informação: Em busca de profissionais qualificados

Olá,

Uma pesquisa realizada pela Revista Exame apontou que no Brasil há uma grande carência de profissionais (em torno de 70.000…) para atender ao setor da Tecnologia da Informação. E a principal razão é a falta de mão-de-obra qualificada. No entanto, o que seria essa “…falta de mão-de-obra qualificada”?

Este cenário não pode ser visto sob um único ponto de vista. Se por um lado muitos candidatos parecem não possuir as competências e o perfil necessário para atender as necessidades, por outro há muitos recrutadores que em função do excesso de profissionais de alto nível em busca de colocação, apresentam enormes exigências durante o processo da contratação. Sem esta reflexão, irá parecer que a grande maioria das pessoas que apostam seu futuro profissional na área de TI não tem condições de fazê-lo…ou de sonhar.

Profissionais de TI

Há diversas escolas e cursos profissionalizantes nos mais variados níveis de ensino, os quais contam com professores e/ou instrutores certificados, com formação acadêmica e experiência suficientes para colaborar nessa qualificação. Uma boa pesquisa por parte de quem pretende ingressar e, principalmente, manter-se nesse mercado é indispensável.

Em outras palavras, a saída é uma só: Estudar, estudar, estudar e… cada vez mais, estudar. E esse cenário é promissor para quem quiser e souber como destacar-se na multidão. Nesse sentido, recomendo a leitura em http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/falta-de-profissionais-de-ti-se-agravara-no-brasil-diz-idc

Como elemento de motivação, segue abaixo uma parte da pesquisa citada:

Analista de sistemas:
Quantos são necessários: 241 mil
Quantos são atualmente: 211 mil
Quantos faltam: 30 mil
Remuneração média inicial: R$ 3.300

Técnico de desenvolvimento de sistemas:
Quantos são necessários: 63 mil
Quantos são atualmente: 58 mil
Quantos faltam: 5.000
Remuneração média inicial: R$ 1.500

Gerente de TI:
Quantos são necessários: 26 mil
Quantos são atualmente: 22 mil
Quantos faltam: 4.000
Remuneração média inicial: R$ 5.000

Administrador de banco de dados:
Quantos são necessários: 21,5 mil
Quantos são atualmente: 17,5 mil
Quantos faltam: 4.000
Remuneração média inicial: R$ 2.000

Um grande abraço!

jun 30

Falta Educação!

Olá,

Em meio a esta onde de protestos e manifestações, seguida de atos de vandalismo e depredações, evitei ao máximo trazer ao blog esse assunto. Até porque o saudável ato de opinar e registrar a indignação, faz parte do estado democrático em que vivemos, o qual é uma conquista daqueles que nos antecederam.

No entanto, hoje pela manhã, fui surpreendido com um roubo no prédio em que moro. Simplesmente na madrugada algum vizinho (ou convidado…) foi até o terraço e retirou os acessórios da minha TV por assinatura, o que motivou o registro de BO junto à Polícia Militar, além da abertura de um chamado técnico para a restituição e reconstrução dos equipamentos.

Passado o impacto, o fato só aumentou minha percepção da falta que hoje faz a Educação para um grande número de pessoas. Por décadas fomos vistos como um dos Estados mais politizados do Brasil (se não o mais…). Nossos valores, cultura e foco em uma melhor qualidade de vida sempre foram referências para os demais. Mas o que tenho visto nos últimos dias contrasta com este parecer.

Se por um lado podemos exaltar um grande número de pessoas mobilizadas, de diversas idades e realidades culturais,  que levaram às ruas um pensamento digno de inconformidade às decisões e comportamentos de muitos políticos, por outros as mesmas ruas serviram de palco para um bando de baderneiros, bandidos e marginais.

Onde e como isso vai terminar, confesso que não sei. Acredito, sim, que muito se deve à impunidade presente e à ausência de um conjunto de valores que sequer faz parte do vocabulário de muitos – ética, bem comum, sociedade, cidadania, honestidade e outros.

Ética

Quando se fala em Educação,  temos que ter a consciência que o assunto não se restringe apenas às metodologias de ensino e aprendizagem, mas principalmente, na construção de competências que permitam ao ser humano tornar-se uma pessoa cada vez melhor, em condições de superar as limitações da própria da existência.

Um grande abraço!

Posts mais antigos «

%d blogueiros gostam disto: